Consumo de Álcool Pode Aumentar a Quantidade de Esperma

Falar que o consumo de álcool pode aumentar a quantidade de esperma e aumentar a fertilidade do homem pode até parecer piada de pessoas que gostam de uma bebida no final de semana. Porém, não é bem isso que estudos publicados recentemente apontaram.

De acordo com esses estudos publicados na “Revista Andrology”, revista especializada no tema, os indivíduos que bebem moderadamente podem ser mais férteis que os homens que não bebem nada.

Como Foi Realizado o Estudo

O estudo foi realizado em 323 homens adultos.

Esses 323 homens foram distribuídos em 4 grupos que se distinguiam pela quantidade de bebidas alcóolicas ingeridas por semana: nenhuma; uma a três; quatro a sete; e mais de oito.

Em comparação com os outros caras, os homens que bebiam de quatro a sete porções de bebidas alcoólicas por semana tinham maior contagem de espermatozoides e volume de sêmen em relação aos demais (uma grande contagem de espermatozoides é um importante sinal de fertilidade).

Para o estudo, os pesquisadores analisaram amostras de sêmen ao longo de dois anos para determinar a saúde do esperma.

Eles também realizaram entrevistas com os participantes para saber mais sobre os hábitos de vida que afetam os espermatozoides, como tabagismo, consumo de cafeína e álcool e níveis de atividade física.

Depois de explicar os hábitos que poderiam prejudicar a saúde dos espermatozoides, a equipe determinou que os homens que bebiam de quatro a sete porções de álcool por semana apresentavam as contagens mais altas de espermatozoides, o que significava que eram mais propensos a serem férteis.

Detalhes da Pesquisa Onde o Consumo de Álcool Pode Aumentar a Quantidade de Esperma

Cabe salientar que os próprios pesquisadores apontaram uma possível falha nos estudos: segundo eles, a quantidade ingerida de álcool por cada grupo era baseada nos relatos dos próprios homens envolvidos na pesquisa.

Desta maneira, ocorreu a possibilidade de que algumas pessoas poderiam efetuar contagens incorretas e imprecisas da quantidade de bebidas ingeridas e, assim, interferir na hipótese que o consumo de álcool pode aumentar a quantidade de esperma.

Porém, segundo os pesquisadores, esse aspecto não inviabiliza a importância das pesquisas e os seus respectivos resultados.

Caso queira ter acesso à publicação na íntegra Clique Aqui .

Ser homem, entre outras coisas, é ser saudável!

machoviril

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.