Açúcar contra a saúde: o melhor é não pagar o preço

O consumo de açúcar pode ser considerado um dos grandes males da sociedade atual. Diversas enfermidades sérias, a exemplo dos problemas cardiovasculares e diabetes tipo 2 estão profundamente relacionados à ingestão desenfreada desse alimento tão famoso e atraente para o nosso paladar.

Devido a isso e com o objetivo de se aproveitar da má reputação circundada a respeito dos tipos de açúcar mais conhecidos (refinado e cristal), a indústria desse alimento se preocupa em nos inundar com várias possibilidades “saudáveis” de açúcares.

Porém a realidade sobre esses açucares ditos “saudáveis” é muito diferente do que é exposto diariamente pelos fabricantes desses alimentos. Ao ler esse artigo você entenderá melhor o porquê.

O que é açúcar?

Antes de discorrer sobre o assunto é necessário entender melhor o que é açúcar.

Açúcar, também conhecido como sacarose, é um tipo de carboidrato solúvel em água. O seu processo de fabricação é industrial onde o mesmo necessita passar por alguns processos químicos antes chegar à nossa mesa. Ou seja, somente por se tratar de um alimento processado quimicamente, já denota que o açúcar não é um alimento muito proveitoso para nossa saúde.

Quando misturamos açúcar com água o resultado dessa solução é a glicose, algo não possui efeitos nada positivos para a nossa saúde. Principalmente para quem almeja combater ou reverter a diabetes naturalmente.

Os tipos mais comuns de açúcar são os extraídos da cana-de-açúcar e beterraba, porém existem alguns outros tipos dos quais vamos tratar com mais detalhes.

Tipos alternativos de açúcar

Açúcar de Coco

Trata-se de um açúcar obtido através da seiva bruta encontrada no interior do coqueiro.

O açúcar de coco sai na frente em relação aos outros tipos de açúcar. Isso ocorre porque esse produto usa o mínimo possível de processamento industrial na sua fabricação. Além do mais estudos comprovam que o açúcar de coco possui o menor índice glicêmico entre os açúcares.

Porém isso não quer dizer que o mesmo seja saudável e seu consumo possa ser liberado sem problemas reais para a saúde.

Os fabricantes desse insumo costumam dizer que esse alimento possui a mesma capacidade adoçante dos açucares refinados, mesmo com seu “baixo” índice glicêmico e sem passar por processos industriais na sua fabricação.

Porém, eles esquecem de informar que, assim como a capacidade adoçante semelhante aos açúcares refinados, o açúcar de coco também possui os mesmos efeitos negativos ao organismo de quem o consome.

Açúcar Mascavo

Trata-se de açúcar de forte sabor e proveniente do cozimento do caldo da cana.

Apesar de o seu método de fabricação possibilitar a manutenção de alguns nutrientes da cana-de-açúcar, algo potencialmente mais favorável para o nosso organismo, ele ainda conserva as propriedades de elevar a taxa de glicemia no sangue, tornando-se extremamente prejudicial ao diabético.

Ou seja, o açúcar mascavo pode ser uma opção mais saudável em relação ao açúcar refinado, porém não é uma opção saudável para a sua saúde no geral.

Açúcar light e açúcar orgânico

O primeiro (açúcar light) nada mais é do que uma grande invenção da indústria para atrair possíveis consumidores mais preocupados com a saúde.

Apesar de conter menos calorias na sua composição, o açúcar light contém as mesmas propriedades relacionadas à sacarose do açúcar refinado, causando, assim, elevados níveis de glicose no sangue. Portanto, não é nada saudável para a saúde das pessoas.

O segundo (açúcar orgânico) carrega esse nome por não implementar na sua fabricação o uso de agrotóxicos ou ingredientes artificiais.

Porém as suas propriedades glicêmicas são semelhantes às propriedades glicêmicas do açúcar refinado. Ou seja, trata-se de um alimento não recomendado para quem possui diabetes ou para quem deseja ter uma vida mais saudável.

A verdade sobre os açucares para os diabéticos

Por mais que a mídia insista em veicular que alguns tipos de açucares são saudáveis é muito importante você carregar essa máxima sobre esse alimento: nenhum açúcar é saudável, todos fazem mal.

Independentemente do tipo, após a sua ingestão, o açúcar é rapidamente direcionado à corrente sanguínea e provoca a elevação dos níveis de glicose no sangue.  Como resultado diversas complicações podem ser notadas para quem possui diabetes.

O ideal é retirar ao máximo esse alimento da sua dieta e se alimentar de maneira inteligente e com práticas diárias realmente saudáveis.

Consumi-lo em demasia pode custar um preço muito alto para a sua saúde. Portanto, nunca é demais cortar o açúcar da sua vida.

machoviril

Website:

1 Comentário

  1. Pedro Alcântara

    Gostei das informações. Muito bom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.